O que é Taxa SELIC e sua influência nas operações

Atualizado: 6 de Out de 2020

A Taxa Selic é a taxa básica de juros da economia brasileira. Ela é um dos principais indicadores do mercado financeiro no Brasil. A sigla significa “Sistema Especial de Liquidação e Custódia.” Foi criada em 1979 com o objetivo de ser uma ferramenta de controle da inflação. Essa taxa influencia todas as demais taxas de juros do Brasil e serve como uma referência para a economia brasileira. É um indicador da situação econômica do país.

Como a Taxa SELIC é calculada?


A cada 45 dias, o Comitê de Política Monetária do Banco Central, o COPOM, se reúne para avaliar como anda a atividade econômica do país e se a inflação está controlada. A partir dessas análises, a taxa é definida.

As mudanças na Taxa Selic acontecem pois a economia não é estável e por isso é preciso adequá-la ao cenário afim de garantir que o dinheiro continue circulando.

Assim, a Selic é um mecanismo usado para controlar a inflação. De maneira geral, o COPOM sobe os juros da economia nas situações de inflação alta. Porém, quando a situação é de baixa a política adotada quase sempre é de queda dos juros.


A taxa SELIC pode afetar minhas operações?


Sim. A maioria das aplicações são influenciadas pela Taxa Selic, direta ou indiretamente. Uma mudança na Selic impacta a taxa CDI (que ocorre entre bancos), que é atrelada a vários outros investimentos, como por exemplo: Certificados de Depósito Bancário (CDB), Letras de Crédito Imobiliário (LCI), Fundos de investimento DI (Fundos DI), entre outros.

Nos investimentos de renda fixa, por exemplo, essa relação é direta, já que as taxas de juros são usadas como referência para a remuneração das aplicações. Já na renda variável, a relação se dá de maneira indireta.

Então, todos somos impactados. Se ela diminui, o crédito fica mais acessível, já que os bancos tendem a abaixar as taxas de juros e a inflação tende a subir. Se ela aumentar, os preços tendem a baixar ou ficar estáveis, como uma consequência do controle da inflação. Por isso é tão importante observar essa taxa.


Em resumo, se a taxa Selic aumenta:

> Maiores são os juros cobrados no mercado.

> Maior é o incentivo para poupar e investir.

> Menos crédito e dinheiro passam a circular na economia.

> Menos consumo e demanda por produtos.

> Menor é a atividade econômica.

> Menor é o nível de preços no mercado, derrubando a inflação.


Se a taxa Selic diminui:

> Menores são os juros cobrados no mercado.

> Menor é o incentivo para poupar e investir.

> Mais crédito e dinheiro passam a circular na economia.


Antonio Carlos de Camargo Junior é Economista, tem 38 anos.

É proprietário da 4Business Consultoria e presta serviços como consultor e conselheiro em gestão empresarial em todo o Brasil.


A 4Business te ajudar a analisar a Taxa Selic e a sua relação com o seu negócio. Trabalhamos de forma personalizada para aumentar o grau de rentabilidade e garantir a solidez da organização. Fale conosco!

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo