Como será a economia em 2021?

2020 foi um ano difícil e extremamente desafiador para a economia.


A pandemia do COVID-19 teve um reflexo muito grande no PIB (Produto Interno Bruto) que chegou a apresentar um pico 8% de queda no ano passado. E, deve fechar o ano em -4,41% de acordo com relatório Fox do Banco Central.


Para 2021 estima-se um crescimento na casa de 3,5% de acordo com a mesma instituição.

Os economistas calculam que a retomada da economia não será igual entre os setores. A indústria e a agricultura devem se expandir mais do que o setor de serviços, por conta do receio dos consumidores em investir em viagens, turismo e restaurantes.

Segundo o economista da EXAME Research, Arthur Mota, para chegar a um cenário ideal de retomada, é preciso que se concretize uma boa distribuição da vacina contra a covid-19 nos primeiros meses de 2021.


Para Álvaro Frasson, economista do BTG Digital, 2021 terá uma demanda global muito mais aquecida e isso será positivo para o Brasil. Frasson acredita que o país pode se beneficiar deste cenário positivo em exportações, commodities, e renda varável.

Com relação à inflação, ele acredita que neste ano deve ficar na meta (IPCA 3,75 a.a.) “Devemos ter uma diminuição dos preços no atacado com a retomada da produção industrial”.





Já o setor do varejo tem previsão de aceleração. Segundo matéria publicada em dezembro de 2020 pelo site Panrotas a perspectiva é de maior crescimento da economia, em um ambiente de juros ainda baixos para o padrão histórico do País.


“Acreditamos que o pior para o comércio já ficou para trás. A recuperação agora vai depender, sobretudo, da disponibilidade de vacina para a população e de uma continuidade na expansão da demanda, com recuperação dos empregos”, avalia o presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros.


As previsões apontam para um 2021 melhor do que ano que passou, porém, é necessário ficar sempre atento aos riscos e a instabilidade de uma pandemia que ainda não acabou.


Como podemos te ajudar? A 4Business tem expertise na elaboração de projeções e planejamento econômico financeiro para negócios.


Entre em contato e solicite um orçamento.

Antonio Carlos de Camargo Junior é Economista, tem 38 anos. É proprietário da 4Business Consultoria e presta serviços como consultor em gestão empresarial em todo o Brasil.

Referências:

https://bityli.com/bjOSS

https://www.cnnbrasil.com.br/business/2021/01/05/banco-mundial-ve-expansao-de-3-do-pib-brasileiro-em-2021-mas-faz-alerta-sobre


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo